Marabá
23°C
Clear sky

Protesto pede agilidade nas buscas por criança desaparecida em Viseu

Menina de apenas 10 anos está desaparecida desde a manhã da última segunda-feira (21)
Carreata seguiu pelas principais ruas da cidade | Foto: Reprodução/Vídeo
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

A angústia pela falta de notícias da própria filha tem intensificado as buscas por parte da família e de moradores pela pequena Ravyla de Sousa, que desapareceu na manhã da última segunda-feira (21) no Conjunto Vale do Piriá, no município de Viseu, nordeste paraense.

Oficialmente, entramos para o quarto dia de buscas da criança de apenas 10 anos. A Polícia Civil informou que as diligências continuam sendo feitas e que a investigação sobre o caso segue em sigilo.

Revoltados e insatisfeitos com a situação, moradores protestaram na noite desta quinta-feira (24) com uma imensa carreata pelas ruas da cidade. Com palavras de ordem e “buzinaços”, a população exige mais agilidade nas investigações. Formado por uma longa fila de carros, motocicletas e bicicletas, o protesto começou pelas pequenas ruas da cidade e se concentrou na avenida principal.

Mais cedo circularam informações de que um carro da cor prata, que poderia ter sido usado para sequestrar a criança, iria passar por perícia, assim como uma sandália encontrada em um local onde ela poderia ter sido levada, mas a informação não foi confirmada pela Polícia Civil. (DOL)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!