Um dos cantores mais antigos da cidade de Marabá, sudeste do Pará, Zivanildo Feitosa da Costa, conhecido no mundo artístico como “Gilvan”, perdeu a luta, travada há meses, contra um câncer de intestino. O artista faleceu, hoje (5), por volta de 19 horas, no Hospital Ophir Loyola, na capital Belém (PA). Segundo amigos e familiares, “Gilvan” foi diagnosticado com a doença, ainda no ano de 2018, e iniciou a luta pela vida, através da realização do tratamento, mas a “batalha” foi vencida pela doença.

Na década de 1990, o seresteiro dominou a noite marabaense durante vários anos. Por muito tempo, “Gilvan” foi o cantor mais requisitado para casas noturnas, festas de casamento, batizado entre outros eventos. Nos últimos anos, ele pertenceu ao Lions Club, realizando trabalhos sociais junto às comunidades carentes de Marabá.

Internado há um mês no Hospital Ophir Loyola, a família recebeu uma ligação do hospital, no início da noite, informando sobre a morte de um dos cantores mais queridos da cidade. Familiares, que acompanhavam a luta de Gilvan contra a doença, estão em Belém, providenciando o traslado do corpo para Marabá. Assim que a notícia foi divulgada, as redes sociais ficaram tomadas por manifestações de tristeza, espanto e pesar.