Marabá
33°C
Overcast clouds

Câmara homenageia 21 membros das forças de segurança em Marabá

Cada uma das cinco instituições de segurança apontou pelo menos três servidores para receber o título de Honra ao Mérito da Câmara Municipal
Sessão solene aconteceu na manhã desta quarta-feira, 22 | Foto: Vinícius Soares/Debate Carajás
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Na manhã desta quarta-feira (22), a Câmara Municipal de Marabá realizou sessão solene para homenagear 21 membros das forças de segurança que atuam no município. A sessão foi presidida pelo vereador Coronel Araújo (MDB), da reserva da Polícia Militar e autor do Projeto de Lei que garantiu a criação da homenagem no Poder Legislativo. Cada uma das cinco instituições de segurança apontou pelo menos três servidores para receber o título de Honra ao Mérito da Câmara Municipal.

Coronel Araújo agradeceu ao presidente da CMM, Pedro Corrêa Lima, por tê-lo repassado a presidência da sessão e destacou a relevância do Corpo de Bombeiros, DMTU, Guarda Municipal, Polícia Militar e Polícia Civil pelo trabalho que têm realizado para garantir a diminuição dos índices de violência no município.

Ismael Gaia, presidente da Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil em Marabá, reconheceu a redução dos índices de violência tanto na capital quanto no interior e parabenizou a Câmara por reconhecer o empenho e dedicação dos homenageados na cerimônia.

O advogado criminalista Odilon Vieira Neto, coordenador de segurança da Secretaria Regional de Governo do Sul e Sudeste do Pará, elogiou as forças de segurança que atuam em Marabá e região e também destacou o fato de a Câmara incluir em seu calendário uma data para homenagear, anualmente, as forças de segurança pública. “Os crimes violentos, homicídios, latrocínios, não entram na pauta da cifra negra. Marabá vem diminuindo os índices de violência em 46%. Não é jogo de número. O Estado está fazendo seu papel ao reduzir esses dados tão preocupantes”, disse Odilon.

Jair Barata Guimarães, secretário municipal de Segurança Institucional, disse que os órgãos de segurança realizaram um papel bastante representativo durante a pandemia. Afirmou que as instituições públicas do município ganharam aparelhamento nos últimos anos para atuar de forma mais eficiente. “Reduzimos número de leitos ocupados por acidentes de trânsito nos hospitais locais, o que garantiu menos custos para município e estado. A pandemia dividiu os meninos dos homens em Marabá. Tivemos um trabalho árduo em parceria com todos os órgãos, inclusive com o Exército Brasileiro. Se uma vida foi salva pelo trabalho dos senhores, já valeu a pena”, elogiou.

Thiago Carneiro, superintendente regional da Polícia Civil, foi outro que apresentou dados de diminuição dos índices de violência em toda a região durante a pandemia. “Escolhemos três servidores, cada um representando a Polícia Civil. Esse evento é importante para nós, porque trabalhamos arduamente para atuar na repressão à violência. Na pandemia, tivemos de fechar vários estabelecimentos, mas era nosso papel. Isso nos custou caro, porque alguns de nossos representantes também faleceram vítimas de covid-19. Ajudamos a reduzir os índices, principalmente em homicídios. Com novo concurso que está em andamento, Marabá vai receber mais policiais para atuarmos de forma mais ampla”.

O major Marcos Galúcio, comandante do 5º Grupamento do Corpo de Bombeiros Militar de Marabá, disse que ficou feliz ter iniciado carreira no quartel de Marabá há 21 anos. Lembrou que a instituição foi implantada neste município há 30 anos e tem uma história de ajuda humanitária à sociedade local. “Os três bombeiros escolhidos para ser homenageados pelo Poder Legislativo estão perto da reserva e honram nossa instituição”, ressaltou.

Dayvid Sarah Lima, comandante do CPR II, disse que é importante analisar as falas dos comandantes das forças de segurança demonstram que houve mudanças nos últimos anos que apontam para integração das forças de segurança e vontade de querer fazer, mesmo com sacrifício da própria vida. “Não é apenas diminuição de índices de violência, mas mudança de comportamento da sociedade”, elogiou o comandante do CPR II.

General Giovani Moretto, comandante da 23ª Brigada de Infantaria de Selva, elogiou a Câmara pela cerimônia e por reconhecer a relevância dos órgãos que têm grande importância para a sociedade. “As pessoas buscam essas instituições quando ficam fragilizadas. Eles não têm horário de trabalho. Estão sempre de prontidão. Os integrantes dessas forças estão sempre prontos a auxiliar o próximo. O Exército não é voltado à segurança pública, mas a defesa. Mas temos função subsidiária, que inclui apoiar as instituições como Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, entre outros”, destacou o general.

O presidente da Câmara, Pedro Corrêa Lima, fez questão de frisar o que chamou de “brilhante trabalho” das forças de segurança em Marabá, oferecendo maior sensação de segurança aos cidadãos do município. “Ressalto a honra que esta Casa tem de realizar esta sessão solene. Temos papel predominante de deliberar as leis que regem o município, mas também precisamos homenagear profissionais que fazem de Marabá uma cidade modelo. Isso, graças ao trabalho dos profissionais das várias instituições que atuam em favor da população”.

Vereador Aerton Grande deu parabéns ao NIOP com a implantação de câmeras inteligentes no município, em especial em Morada Nova, onde o cidadão de bem pode andar na rua à noite que se sente mais seguro. “Temos uma guarnição da PM implantada lá e hoje temos paz dentro daquele bairro”, agradeceu.

Alecio Stringari disse que o trabalho integrado entre as instituições de segurança tem feito a diferença no combate à violência em Marabá. Disse que a estrutura da Polícia Militar na zona rural melhorou muito nos últimos anos, embora ainda haja necessidades. “DMTU e Guarda Municipal têm feito fiscalização permanente na Estrada do Rio Preto, o que ajudou muito na melhoria da conduta do trânsito no campo, mas também na cidade”, disse Stringari.

Cristina Mutran sintetizou os termos mais usados para se referir aos homenageados: “dedicação, disciplina, determinação e, finalmente, amor ao próximo”. Ela disse que é preciso reconhecer o trabalho que as forças de segurança realizam no município. “Obrigado por protegerem a nossa sociedade e nossa cidade de Marabá”.

Abaixo, veja a relação dos homenageados:

1 – Marco Antônio Silva Sousa (DMTU)
2 – Adalberto Moreira da Silva (DMTU)
3 – Jocenilson Silva Souza (DMTU)
4 – Divino Maia Dias (GM)
5 -Wilson Sampaio da Silva (GM)
6 – Wiliscley Pinto de Leão (Ins. GM)
7 -Paulo Henrique Gomes de Carvalho (PC)
8 – Wellington Vieira (PC)
9 – Márcio Brasil Maio (PC)
10 – Mario Herthz Silva Pereira (Bombeiro Militar)
11 – James Dean Barbosa Leite (BM)
12 – José Santos (BM)
13 – Cinthia Suelen Farias e Silva (PM)
14 – Luciana Silva Teixeira (PM)
15 – Marivaldo Morais dos Santos (PM)
16 – José Rodriques Menezes Filho (PM)
17 – Silvio José Ribeiro Marques (PM)
18 – Lilamar Silveira Oliveira (PM)
19 – Fabricio Roberto Pinheiro Soares (PM)
20 – José Ricardo Passos Chaves (PM)
21 – Max Antônio Brito do Carmo Braga (BM)

(Portal Debate Carajás, via Ascom CMM)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!