Buritirama entrega documentação exigida para retomar atividades de extração e beneficiamento de manganês no Pará

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Buritirama vem trabalhando na manutenção da estrada do Rio Preto

A Buritirama teve suas operações de extração e beneficiamento de manganês interditada, através do Termo de Interdição TIT-3-S/19-08-00004, a partir de 16h10, do dia 29/8/2019, expedido pela Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMAS), do estado do Pará, atingindo centenas de trabalhadores, clientes e fornecedores. O transporte de manganês, já beneficiado, não foi proibido pela SEMAS.

No domingo (1), houve um acidente, ocorrido próximo à Vila Três Poderes, vitimando as jovens Sabrina Silva e Kauany Mello. A morte das jovens levou uma parcela da população, a interditar a estrada do Rio Preto. Diante da tragédia, a Buritirama realizou uma reunião com vereadores e o prefeito de Marabá, no dia 2/9/2019, onde foram definidas várias ações, envolvendo a prefeitura de Marabá e a Mineradora, já em fase de execução pela Buritirama.

Reunião entre Buritirama prefeito e vereadores de Marabá Foto: Paulo Sérgio/SECOM PMM

No intuito de manter o diálogo com a sociedade de Marabá, retomar as atividades de extração, beneficiamento e transporte de manganês, assim como garantir as centenas de emprego, manter a Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM) para o município de Marabá, a Mineração Buritirama publicou a nota abaixo:

 Comunicado ao povo de Marabá

“A Mineração Buritirama comunica que entregou na data de ontem (3 de setembro) toda a relação de documentos exigida pela Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado do Pará (SEMAS) em razão da interdição de suas operações de extração e beneficiamento de manganês, ocorrida na última semana, cumprindo rigorosamente todas as determinações daquele órgão governamental. A empresa aguarda agora o posicionamento da SEMAS.

Desde o último domingo, as operações de transporte de manganês da companhia estão interrompidas, devido ao bloqueio da via por representantes da população residente nas vilas do entorno.

Vale ressaltar que a empresa não estava impedida de transportar o minério já armazenado, visto que a interdição das operações era apenas para extração e beneficiamento do manganês.

A Mineração Buritirama reforça que eventuais caminhões carregados de manganês, que ainda consigam circular pela estrada do Rio Preto, não são oriundos da companhia”.

Mineração Buritirama

Consultoria especializada está trabalhando no combate à exploração sexual na região do Rio Preto

Ações de combate a um problema existente em todo o Brasil, à exploração sexual de crianças e adolescentes, estão em execução, por meio de parcerias, com a Secretaria Municipal de Educação, Igreja Católica e Polícia Militar. A Buritirama também iniciou ações de reforma e construção de escolas, visando a um melhoramento na qualidade do ensino nas vilas União, Três Poderes e Santa Fé, através da contratação de uma consultoria especializada.

Pedro Souza

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!