Marabá
23°C
Clear sky

Bolsonaro toma cloroquina e faz vídeo em defesa do remédio barrado pela OMS

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Após os exames confirmarem que Jair Bolsonaro está infectado pelo coronavírus, o presidente postou um vídeo em suas redes sociais tomando uma dose de hidroxicloroquina e agindo como uma espécie de garoto-propaganda do medicamento.

“Estou tomando aqui a terceira dose da hidroxicloroquina e estou me sentindo bem”, disse o presidente. Segundo ele, o tratamento “está dando certo”.

No sábado (4), a Organização Mundial de Saúde  anunciou a retirada da hidroxicloroquina de seus testes científicos contra a covid-19. O medicamento já havia sido suspenso pela falta de resultados. As pesquisas da instituição avaliaram que a hidroxicloroquina produz pouca ou nenhuma redução das mortes de pacientes com covid-19.

O uso da cloroquina contra a covid-19 também foi desaconselhado pela Sociedade Brasileira de Imunologia. Em documento, a entidade afirmou que até o momento não existe terapia comprovadamente efetiva para o tratamento do coronavírus e que esse medicamento em questão, tem efeitos colaterais que podem levar a morte de pacientes.

Ainda assim, em maio, o Ministério da Saúde divulgou um documento em que estabeleceu novos critérios para uso da cloroquina no tratamento da covid-19. As recomendações indicaram o uso de cloroquina ou hidróxido de cloroquina já nos primeiros dias após a manifestação de sintomas. As normas anteriores liberavam a droga apenas para os casos mais graves da doença.

Congresso em Foco

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!