Ilustração

Mais um caso de violência doméstica é registrado em Marabá. No início da madrugada desta sexta-feira (14), um homem, identificado por Carlos Soares da Silva, foi preso após agredir a esposa e a enteada de 15 anos na Folha 1, ocupação urbana do núcleo Nova Marabá que fica às margens do rio Tocantins.

A situação foi denunciada por uma vizinha da família, que não hesitou em acionar a polícia para intervir no caso. Em depoimento na 21ª Seccional de Polícia Civil, a enteada de Carlos, que leva seu sobrenome, afirmou ter sido agredida pelo padrasto, aparentemente alcoolizado, com uma pedra, que atingiu-lhe a testa.

Abalada, a esposa do agressor relatou às autoridades que não era o primeiro episódio de agressão que a adolescente e ela sofriam por parte do indiciado.

Na versão de Carlos, que apresentava arranhões superficiais pelo corpo decorrentes do duelo com as vítimas, a mulher e a garota foram as autoras das primeiras agressões, pois, segundo ele, ambas pediram dinheiro para comprar droga e o mesmo não deu. Ainda de acordo com Carlos, a moça, apesar da tenra idade, o xingou com palavrões dos mais obscenos.

Encerradas as diligências, o indiciado foi enquadrado com base no artigo 129 do Código Penal, cuja pena de detenção varia de três meses a três anos.