Marabá
27°C
Overcast clouds

Avô fecha janela com menina de 2 anos no parapeito

Ao ser questionada sobre o fato, a avô disse que “estava brincando”
Ação chocou os vizinhos | Foto: Reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Encontrar a proteção necessária para sacadas e janelas de quem mora em apartamento é uma missão que precisa ser realizada com muita responsabilidade. Com o objetivo de prevenir acidentes com crianças, as telas usadas precisam ser resistentes. Quem não possui a proteção, necessita de atenção redobrada.

Muitas vezes a irresponsabilidade de adultos também coloca as crianças em risco, foi o que ocorreu recentemente no Rio de Janeiro.

Um avô, não identificado, colocou a neta de dois anos no parapeito da janela de um apartamento no terceiro andar de um prédio na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro, nessa quinta-feira (27), e a fechou do lado de fora.

O homem teve que responder à Polícia Militar (PM) pelo ato, após uma moradora da região ter registrado o ocorrido em vídeo. À corporação, ele alegou que foi uma “brincadeira”.

Conforme reportado pela “Rede Globo”, que teve acesso ao vídeo feito pela denunciante, um aviso contra o homem foi registrado na PM, mas não houve acionamento do Conselho Tutelar.

“Foi assim algo muito rápido porque eu só imaginava a criança ali caindo”, afirmou a mulher, que não quis se identificar, em entrevista à emissora. No local, a PM constatou que havia uma rede de proteção fixada à janela e que o homem era avô da criança.

O apartamento é habitado por quatro pessoas, e todas elas foram ouvidas pelos militares. “Às vezes as pessoas têm medo de alguma represália, como eu também senti, mas no momento o meu instinto foi de zelar pela vida da criança”, relatou a mulher que gravou as imagens. “Tem que se meter sim, tem que proteger”, concluiu. (Com O Tempo)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!