O avião que levava o cantor Amado Batista e sua equipe à cidade de Jequié, na Bahia, fez um pouso em um aeroporto que estava fechado e com as luzes da pista apagadas, ontem (12). Não houve feridos e a apresentação do cantor transcorreu normalmente em um clube da cidade. O pouso foi possível com a ajuda de carros que foram levados ao aeroporto e ligaram os faróis para iluminar a pista escura. Testemunhas registraram o momento.

A prefeitura de Jequié, distante 368 km de Salvador, informou através de nota ao G1 que a aeronave que transportava Amado Batista se aproximou do Aeroporto Vicente Grillo após o pôr do sol. O terminal em questão não funciona no turno da noite e as luzes da pista de pouso ficam apagadas. Ainda segundo a prefeitura da cidade baiana, o comandante da aeronave sabia que o aeroporto não possuía balizamento para operação noturna.

O Liberal