Marabá
25°C
Scattered clouds

Assalto frustrado deixa dois suspeitos mortos no interior do Pará

Dupla atirou em empresário, que jogou o carro contra os assaltantes. Vítima foi socorrida e está internada em hospital. Caso está sendo investigado como tentativa de latrocínio.
Vítima foi baleada e jogou carro em cima dos assaltantes - (Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Dois homens, identificados como Felipe Augusto e Edson Mendes Ferreira, morreram durante uma tentativa frustrada de assalto no bairro Jardim Independente I, no município de Altamira, sudoeste do Pará, na tarde desta terça-feira (25).

A polícia informou que a vítima, após ser baleada, jogou o carro contra os assaltantes, que foram imprensados contra a parede de uma casa. O caso está sendo investigado como tentativa de latrocínio. O dono do veículo foi socorrido e está em estado grave no hospital.

Segundo informações da polícia, o caso aconteceu por volta das 14h. Um empresário e fazendeiro da região, que não teve a identidade divulgada, havia saído de seu estabelecimento com a quantia de R$ 90 mil em dinheiro, quando foi abordado pelos dois assaltantes, que estavam em uma motocicleta, na avenida Acesso 04.

Durante a ação criminosa, um dos assaltantes atirou duas vezes no carro da vítima, que jogou o veículo em cima da dupla. Eles foram atingidos em cheio e, com o impacto, foram imprensados na parede de uma residência. Um deles morreu no local.

O outro, que teve um dos pés amputado, ainda chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA). Inicialmente, havia a suspeita de que um terceiro criminoso teria conseguido fugir, mas a informação foi descartada pela polícia.

Após ser atingido pelos dois disparos, o empresário também foi socorrido e encaminhado para uma UPA e, em seguida, transferido para o Hospital Regional Público da Transamazônica , onde permanece internado em estado grave. Um inquérito policial foi instaurado para investigar o caso. (O Liberal)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!