No início da noite de ontem (23), a Polícia Militar apresentou na 20ª Delegacia de Polícia Civil, em Parauapebas, sudeste do Pará, Matheus Lima dos Santos. Ele é apontado como o assassino do cabeleireiro Ary Ribeiro da Silva, a “Arieuza”, encontrado morto em sua residência localizado à rua Santa Catarina, Nº 242, Bairro Liberdade. A vítima apresentava várias lesões no corpo, provocadas por arma branca.

O crime ocorreu durante a noite de segunda-feira (22). A operação que prendeu o acusado foi realizada pelas polícias Civil e Militar. Matheus Santos já tinha passagem pela polícia e ,segundo os policiais, faz parte de uma facção criminosa. Antes de ser morta, “Arieuza” gravou alguns áudios e enviou para amigos.

Durante as investigações, a polícia relatou que Matheus Santos foi reconhecido por testemunhas como sendo o autor do homicídio cometido contra a ativista LGBT, “Arieuza”. No momento da prisão, o acusado estava em uma casa, localizada na travessa Buriti, Nº 154, Bairro Liberdade, por volta das 18 horas, mas ele negou a prática do crime.