Marabá
35°C
Clear sky

Após 12 anos da morte de Clodovil, inventário ainda não está pronto

Inventário se arrasta na Justiça
O político morreu vítima de um AVC em 2009 e não deixou herdeiros | Foto: Reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Ao longo de toda a sua carreira como estilista, Clodovil Hernandes construiu um verdadeiro patrimônio milionário e caso você não lembre ele acabou morrendo aos 71 anos de idade, no ano de 2009, vítima de um AVC.

E o Domingo Espetacular foi saber melhor sobre toda o patrimônio que Clodovil acabou deixando com dois grandes imóveis, joias e obras de arte valiosíssimas. E toda essa riqueza para nenhum herdeiro.

A reportagem relembrou que muitos dos bens do político teve que ser leiloado, outros acabaram parando em um antiquário e uma terceira parcela dos bens de Clodovil abaram virando briga na Justiça. Isso mesmo!

O Domingo Espetacular então descobriu que mesmo depois de 12 anos após a morte de Clodovil, o inventário todo não foi concluído ainda. Tudo porque um dos imóveis do estilista, no litoral de Ubatuba 9SP), tinha uma dívida de IPTU de pelo menos 30 mil reais.

Esta mesma casa fica em uma área de preservação ambiental e até tentou ser vendida em leilão, mas a quem acabou arrematando a compra alegou não saber que a casa estava nesta área de preservação e pediu o dinheiro de volta na Justiça. O pior de tudo nesta história é que não existe nem uma previsão para esse inventário ser concluído. (MSN)

Ver a imagem de origem
Crédito: Reprodução

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!