Marabá
34°C
Clear sky

Acusado pela morte de Cleide Moraes começa a ser julgado nesta quarta

Victor Hugo dos Reis Morais, de 26 anos, pagou fiança e responde ao processo em liberdade. Investigações apontam que ele estava embriagado no momento do acidente
Cleide Moraes, a Rainha da Saudade, não resistiu aos ferimentos e morreu no local do acidente. Já Victor Hugo pagou fiança e responde ao processo em liberdade | Foto: Reprodução/Redes Sociais
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

O julgamento do acusado pela morte da cantora Cleide Moraes, ocorrida em julho do ano passado durante acidente na rodovia PA-391, perto do município de Santa Bárbara, terá início na manhã desta quarta-feira (19), no Fórum de Benevides, na Região Metropolitana de Belém (RMB). As investigações da Polícia Civil apontam que Victor Hugo dos Reis Morais, de 26 anos, estava embriagado no momento da colisão que vitimou a artista. Ele pagou fiança e responde em liberdade pelo crime de homicídio culposo.

A audiência terá início a partir das 9h. Nesta primeira etapa, foram convocadas cinco testemunhas para depor sobre o caso. A filha da cantora, Brenda Moraes, contou que a expectativa e ansiedade são grandes nesta véspera da audiência. “É angustiante para mim, para a família, para os amigos, reviver isso tudo de novo”, disse.

Brenda conta que, mesmo após quase um ano do acidente, até hoje ainda chora todos os dias, fica nervosa e sente falta de ar ao lembrar do que aconteceu. “A gente espera que se faça justiça de verdade. Para que ele possa pagar pelo que fez. Não vai trazer minha mãe de volta, mas vai dar um alívio de que a justiça foi feita. Eu espero que ele responda preso, não em liberdade”, afirmou a filha de Cleide Moraes.

Victor Hugo dos Reis Morais pagou uma fiança de dez salários mínimos e está respondendo ao processo em liberdade. Ele é acusado de estar dirigindo bêbado no momento da colisão. Segundo as investigações, havia de latas de cerveja no interior do carro Hyundai HB-20 branco que ele conduzia, e ele apresentava sinais claros de embriaguez.

O acidente

O acidente que vitimou Cleide Moraes aconteceu na noite do dia 26 de julho de 2020, um domingo, na rodovia PA-391, a Belém-Mosqueiro, perto do município de Santa Bárbara. A cantora havia feito um show em Icoaraci e estava a caminho de Mosqueiro, quando o veículo em que estava foi atingido pelo carro dirigido por Victor Hugo. Ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

De acordo  com informações, Cleide Moraes havia feito seu primeiro show após quatro meses, por causa da pandemia. O músico Miguel Marks estava no carro com a cantora. Ele foi socorrido e encaminhado para o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua. (O Liberal)

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!