Acusado de participação em morte de sindicalista, agente de trânsito é preso em Marabá

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Silveira está preso temporariamente

Uma equipe da Polícia Civil, através da Delegacia de Conflitos Agrários (Deca), prendeu no início da manhã de hoje (27) o agente Roberto Silveira da Silva, do Departamento Municipal de Trânsito e Transporte Urbano (DMTU), acusado de participação na execução do sindicalista Antônio Marcos Damasceno Reis em 9 de agosto de 2018.

Antônio Reis foi morto a tiros, por volta do meio-dia, dentro da sede do Sindicato Intermunicipal dos Agricultores Familiares e Empreendedores Rurais (Siafer), na Alameda Atlântica, Agrópolis do Incra, núcleo Cidade Nova, em Marabá. A vítima era presidente do Siafer.

Local da execução de Antônio Reis

Os policiais civis cumpriram uma ordem de Prisão Temporária expedida pelo juiz Alexandre Hiroshi Arakaki, da 3ª Vara Criminal de Marabá, como parte da Operação Judas. “Silveira” foi apresentado na 21ª Seccional Urbana de Polícia Civil, onde está preso aguardando pronunciamento da Justiça. A Redação do Portal Debate Carajás não conseguiu contato com o advogado do acusado.

Pedro Souza

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!