Hilton Souza Filho, mais conhecido como Hiltinho, acusado de matar o ator paraense Ricardo Sena de Macedo Soares, de 37 anos, após uma uma briga, foi preso no município de Imperatriz, no Maranhão, por policiais militares maranhenses.

Segundo a Polícia Civil do Pará, o preso está com mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça do Pará pelo crime de lesão corporal grave seguida de morte.

A Polícia Civil do Pará disse ainda, que vai providenciar o recambiamento do preso para a capital paraense, o que vai ocorrer após autorização judicial.

O humorista conhecido como “Ricardo Bomba”, que participava do programa ‘Paranoia’, da RBA TV, morreu após um desentendimento com um homem em uma briga, no dia 1º de maio, no conjunto Pedro Teixeira, no bairro do Coqueiro, em Belém.

Como ocorreu

Ricardo havia saído na noite anterior e dirigiu-se ao bar onde costumava encontrar seus amigos. No mesmo local estavam várias pessoas, uma delas era o homem com quem teria se desentendido.

Em desvantagem, Ricardo acabou recebendo um soco forte no rosto e foi ao chão, sendo em seguida agredido com dois chutes na cabeça, até que as pessoas em volta resolvessem desapartar. Um vídeo registrou a cena.

O caso é investigado pela Polícia Civil para identificar o suspeito do crime e saber o que motivou a briga.

DOL