Marabá
31°C
Few clouds

Acesso a Marabá em horário de pico é dramático

Neste registro enviado por leitor do Portal Debate Carajás, longa fila de carros na BR-155
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Motoristas, há anos, reclamam dos constantes engarrafamentos, ao cair da tarde, na chegada a Marabá via BR-155. Na sexta-feira (12), a fila chegava próximo ao parque de exposições, sede da Expoama, mesmo sem ter ocorrido nenhum acidente.

O condutor que trabalha rotineiramente nesse horário “come o pão que o diabo amassou” todos os dias. O motorista de prenome Leo solicita que as autoridades encontrem uma solução para resolver o problema que se arrasta há muito tempo. Para o condutor, instalar semáforos no lugar da rotatória seria uma saída. Já outros condutores sugerem a criação de mais uma opção de entrada na cidade, utilizando a região de mata existente entre o Rio Itacaiunas e o Km 6.

Profissionais do volante indicam que, de forma provisória, em vésperas de feriados prolongados ou em horários de pico, homens da Polícia Rodoviária Federal (PRF) deveriam organizar o trânsito caótico na rotatória do Km 6 até o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) encontrar uma solução para diminuir as longas filas. (Pedro Souza/Debate Carajás)

Motoristas comem pão que o diabo amassou no horário de pico

Cadastre-se e receba notificações de novas postagens!